terça-feira, 12 de setembro de 2017

Polícia Federal faz operação no Piauí

Resultado de imagem para fotos do inss
Uma operação relacionada a fraudes da previdência fez com que Polícia Federal, desse cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão em Teresina. As equipes fazem buscas em imóveis. Alguns policiais federais já chegaram à sede da Superintendência Regional no Piauí, localizada na avenida João XXIII, zona Leste da Capital.
A operação Tripla Face teve início nas primeiras horas desta terça-feira (12), em conjuno com o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e é investigada desde julho de 2015. Em nota a imprensa, a Polícia Federal diz que um único benefício falso chegou a receber mais de R$ 240 mil do INSS.
A operação tem como objetivo desarticular um grupo criminoso, especializado na falsificação de documentos públicos e privados, com o fim de continuar a receber benefícios previdenciários de beneficiários já falecidos.
O grupo criminoso agia identificando beneficiários do INSS falecidos e falsificavam RGs com o nome deles, depois obtinha uma procuração pública ideologicamente falsa por meio da utilização do RG falsificado e cadastrava-se como procurador alegando que o beneficiário está impossibilitado de se locomover e assim reativava e recebia o benefício.
Ainda em nota, a PF diz que “no decorrer das investigações já foi comprovado o recebimento fraudulento de um benefício previdenciário, o qual causou um prejuízo de R$ 242.690,01 aos cofres do INSS. Há indícios de fraude no recebimento de pelo menos outros 23 benefícios previdenciários”.
O nome da Operação Tripla Face decorre do fato do grupo criminoso ter utilizado três RGs diferentes com os dados de uma beneficiária falecida, alterando apenas as fotografias dos RGs.
Fonte:180 Graus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...