segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

EM CHAVAL, ESCOLA EPITÁCIO BRITO SE DESTACA EM AVALIAÇÕES DO GOVERNO FEDERAL E ESTADUAL







Quando se caminha pelo terreno da educação, nota-se com facilidade que problemas existem, e aos montes, ainda mais se o terreno for uma pequena cidade no norte do estado do Ceará, quase na divisa com o Piauí, Chaval.Chaval 24 Horas 
Cidades assim, com poucos recursos, vivem em maior parte de verbas federais, e aqui em Chaval é a nossa realidade. Mas é fato que, se nos últimos anos surgiram desafios no ensino, muita coisa também evoluiu. 
Nos últimos dois anos, a Escola de Ensino Fundamental Epitácio Brito de Oliveira, em Chaval, vêm se destacando em avaliações realizadas tanto pelo governo federal, quanto estadual, a fim de avaliar o nível educacional das escolas. 
Desde a implantação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), em 1990, o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), braço do Ministério da Educação (MEC), produz indicadores sobre o sistema educacional brasileiro. O último Saeb revelou uma catástrofe na educação básica e mostrou números absolutamente preocupantes. Divulgado no fim de agosto último, mostrou que é ínfima a porcentagem de alunos do 5º e do 9º anos do nível fundamental com conhecimento adequado em português e matemática. Pior ainda é a situação do 3º ano do ensino médio, série na qual sete em cada 10 jovens não conseguiram sequer aprender o básico. 
Através dos esforços do núcleo gestor, juntamente com a enorme dedicação dos alunos, os anos de 2017 e 2018 foram bastante proveitosos, fazendo com que a escola tivesse diversas conquistas em provas como a OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas), no SPAECE (Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará ), Projeto Peteca e Ceará Científico. 
OBMEP 
Em 2017 foi a única escola do município que teve alunos classificados, do 8° ano, a estudante Nicoly Gomes, do 9° ano, os alunos Marcos Pedro Viana e Kilvia Magalhães. 
Em 2018 manteve novamente um desempenho bom e ficou com medalha de bronze, conquistada pelo aluno Francisco Thomas Costa Silva, do 7° ano. E pelo segundo ano consecutivo, a aluna Nicoly Gomes foi destaque na prova, desta vez representando o 9° ano. 
CEARÁ CIENTÍFICO 
Esse projeto tem como objetivo popularizar as ciências e promover o desenvolvimento de tecnologias, estimulando a investigação, a inovação e a busca de conhecimentos de forma cotidiana e integrada com toda a comunidade escolar. Esses projetos são desenvolvidos pelos estudantes, sob orientação de seus professores, estabelecendo relações dinâmicas dos conhecimentos específicos das disciplinas da base comum do Ensino Fundamental e Médio.
Em 2017, a Escola Epitácio Brito ficou em 1° lugar no nível estadual com o projeto “A economia doméstica e o desenvolvimento social sustentável”, o orientador foi o professor Kleber Teles. 
Em 2018, o projeto “CEARENSÊS: A CULTURA DO MEU POVO” foi destaque e também conquistou a primeira colocação no nível estadual. A orientação do projeto foi da professora Maria Dolores. (Relembre AQUI)
Ambas as conquistas foram na categoria ensino fundamental, que é entre as turmas do 5° ao 9° ano.
PROGRAMA PETECA 
A Escola Epitácio Brito, representada pela aluna do 6° ano, Francyelle do Nascimento, ficou em terceiro lugar no Ceará, na modalidade CONTO, com o título: Carlinho, O espanador Injustiçado. Isso neste ano de 2018. A orientadora foi a professora Maria Dolores. 
SPAECE 
A Escola atinge o maior avanço no índice, sendo o maior do município em 2017, e conseguindo a participação de 100% dos alunos. 




O núcleo gestor da Escola Epitácio Brito (Foto acima), busca a cada ano oferecer mais condições para que seus alunos aprendam de uma forma mais eficaz, desta forma, fazendo com que se atinja novas metas e conquiste mais prêmios, levando sempre com orgulho o nome do município no peito.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...