TCE nega pedido para suspender licitação da prefeitura de Luís Correia



O conselheiro Jaylson Lopes Campelo, do Tribunal de Contas do Estado, negou medida cautelar contra a prefeitura de Luís Correia, após representação formulada pela empresa Link Card Administradora de Benefícios Eireli, por supostas irregularidades em processo licitatório.Fonte: 180graus
A empresa questiona itens do edital para o pregão presencial destinado à contratação dos serviços de implantação e administração de sistema informatizado e integrado de gerenciamento para aquisição de combustíveis e peças de manutenção para veículos. Em especial, que o edital veda oferta de taxa de administração negativa, que seria um óbice à obtenção de proposta mais vantajosa para o erário.
Ao analisar a representação, o conselheiro diz não vislumbrar a necessidade de suspender o processo licitatório, como pretendia a empresa. “Especialmente sem ouvir a prefeitura”, reforça Jaylson Campelo.
Ao negar a cautelar, pede em sua decisão que a prefeitura se manifeste no prazo de 5 dias sobre a representação formulada.
Os autos da representação serão encaminhadas à Diretoria de Fiscalização da Administração Municipal, e em seguida para o Ministério Público de Contas.
 
Share on Google Plus

About Cleidiomar Sousa

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Comments

Featured