sábado, 28 de dezembro de 2019

O Delta começa aqui







Numa forma e linguagem bem acessível de explicar, o Delta do Rio Parnaíba tem o formato de uma mão aberta onde cada dedo representa uma foz ou baía – que é quando o rio encontra com o mar. Pegando a mão direita em sentido anti-horário como exemplo, coube ao Piauí ser o dedo mindinho, pois apenas 33% do complexo ecológico do Delta fica no território piauiense, o restante pertence ao Maranhão.

Mas esse dedinho riquíssimo, belo e ainda quase desconhecido que é formado pela Baía do Rio Igaraçu, separando o município de Luís Correia da Ilha Grande de Santa Isabel já no território do município de Parnaíba, é exatamente onde o Delta Começa! Mas por uma questão da grande exploração comercial de outras regiões do Delta, todas com saídas do Porto dos Tatus na cidade de Ilha Grande de onde partem as embarcações com turistas, esse nosso “dedinho” ficou quase esquecido e é pouco visitado, ou era! 


Pois agora, além das incríveis belezas que a Baía do Rio Igaraçu tem para a contemplação dos amantes da natureza, lá também existe um lugar paradisíaco para quem está em busca de paz e harmonia com a natureza: um refúgio ecológico situado na entrada do igarapé do Bom Jesus, podendo ser acessado em uma travessia de barco de apenas cinco minutos partindo do porto pesqueiro de Luís Correia.
O visitante ao chegar se depara com um enorme píer de madeira que leva a um pequeno conjunto de barracas, também de madeira e cobertas de palhas de carnaúba, tudo muito limpo e organizado onde também se percebe a preocupação com a natureza – nada ali agride a paisagem, tudo está em perfeita sintonia com o meio ambiente. É um lugar para chegar e não querer mais voltar para casa. 

Aliás, voltar para casa é o que menos importa, pois quanto mais o tempo passa, mais o lugar fica surpreendente devido ao regime das marés, um capricho da natureza que ao longo do dia vai transformando a paisagem: Na maré cheia temos um rio caudaloso que chega a medir mais de três metros de profundidade por 60 metros de largura e na maré baixa o rio seca e recua mais de 50 metros formando uma extensa praia de areias brancas que se estende até as dunas do Morro do Gavião criando o cenário ideal para quem busca um contato direto com a natureza: Praias de águas salobras, banho de rio, manguezais onde se pode observar a “andada” dos caranguejos, dunas gigantescas que servem de mirante para se observar no horizonte a imensidão do oceano atlântico ou simplesmente contemplar o pôr do sol no final de tarde – tudo isso em um só lugar. 
Durante o passeio, o visitante pode fazer várias paradas para banho nas “coroas do rio” ou nas encostas das dunas, onde também se faz uma caminhada até o topo dos morros para contemplação da paisagem. Os passeios podem sair do Porto das Barcas em Parnaíba, e são feitos a bordo de lanchas convencionais tipo voadeiras ou em luxuosas embarcações que singram as águas do Rio Igaraçu, passando por igarapés onde pode-se observar macacos e outras espécies da nossa fauna, seguindo até o encontro do rio com o Oceano Atlântico margeando os paredões de pedras do Porto de Luís Correia – ao final a vista que se tem do litoral em direção à praia da Pedra do Sal é simplesmente de tirar o fôlego. Outra opção é sair do porto pesqueiro de Luís Correia e fazer apenas a travessia do rio o local.
Nesse início de férias e festas de fim de ano para você que está pensando em ir ao litoral e procura um lugar que fuja dos padrões de “muvuca” das praias, essa é uma grande opção de aventura. E mesmo que você já tenha visitado o lado mais conhecido do Delta do Rio Parnaíba, vale a pena dedicar um dia para conhecer este paraíso. O Delta começa aqui e você não vai quer nem saber onde ele termina, fica a dica. BOAS FÉRIAS!
Por Andrè Pessoa/Meio Norte

Related Posts

O Delta começa aqui
4/ 5
Oleh

Subscribe via email

Like the post above? Please subscribe to the latest posts directly via email.

Featured

Comments