quarta-feira, 29 de abril de 2020

Presidente da Fecomércio diz que Firmino e Wellington estão enganando a população sobre volta do comércio






Desde o final de março, os decretos da Prefeitura de Teresina e do Governo do Estado estabeleceram a suspensão dos serviços não essenciais no Piauí para reforçar as medidas de isolamento social em combate ao novo coronavírus. Em entrevista ao Portal AZ, o presidente da Fecomércio, Valdeci Cavalcante declarou ser contra as medidas devido aos impactos que ela vem provocando na economia do estado.
Para o presidente, a comissão criada pelo prefeito Firmino Filho, para acordar com as entidades sobre o retorno do comércio, seria apenas algo criado para iludir a população, chamando de encenação. Ele armou ainda que o Governo do Estado irá estender o isolamento impedindo o funcionamento das atividades comerciais no Piauí.
"O Prefeito Firmino está agindo em conluio, vamos dizer assim, com o governador Wellington. Estão agindo juntos nessas decisões. Como eu já falei antes, os governadores e prefeitos estão mantendo a população como refém até que o Governo Federal seda as pressões do Congresso Nacional para liberar grandes fortunas em favor dos governadores e municípios. A encenação continua. O prefeito Firmino criou uma comissão dizendo que era para conversar com entidades empresariais, mas na verdade essa comissão está enrolando as categorias empresariais e laborais. Com certeza isso vai ser adiado mais uma vez, talvez sai amanhã ou depois um decreto adiando para maio e quando for em maio adia para junho. Eu tenho uma informação muito segura, de uma pessoa ligada ao Palácio da Cidade e ao Palácio do Governo que essa abertura vai ser só em julho. Então estão enrolando as pessoas, iludindo as pessoas", armou.
Seguindo nas alegações contra as medidas tomadas pelo Governo e Prefeitura, Valdeci Cavalcante acusou os prefeitos e governadores de estarem sendo ditadores e usando das decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) para "mostrar que tem poder sobre as pessoas e para torturar pessoas".
"Tudo isso começou com essa decisão do Supremo Tribunal Federal que determinou que caberia aos prefeitos e governadores baixar decretos para regular o isolamento social em casos como esse de pandemia. Mas só que eles esqueceram que a Lei 13.962 que é agora de 2020 diz que precisaria ter um laudo da Anvisa, para poder decretar esse tipo de medida, que não tem. Então na verdade os prefeitos e governadores estão se utilizando de decisão do Supremo para mostrar sua verdadeira face de ditadores, para mostrar que tem poder sobre as pessoas e para torturar pessoas. Eles imaginam que essa pandemia é apenas sanitária, mas não é. Essa pandemia é também econômica e social", explicou. Em resposta as declarações de Valdeci Cavalcante sobre o prefeito Firmino Filho, a assessoria de comunicação informou ao Portal AZ que: "A Prefeitura mantém os diálogos e que a abertura do comércio só vai acontecer quando tiver como fazer um processo seguro para os trabalhadores e clientes", disse.
Conversa com Jair Bolsonaro
Valdeci Cavalcante revelou ainda a reportagem que conversou recentemente com o presidente da República Jair Bolsonaro e nesta conversa, eles trataram sobre a situação econômica do país. Nas palavras de Valdeci, Bolsonaro disse que não irá atender a vontade de prefeitos e governadores buscando evitar que o país entre em uma profunda recessão.
"Eu conversei com o presidente Bolsonaro, quinta da semana passada, e ele me disse que não vai abrir mão para o jeito que esses governadores e prefeitos querem. Ele vai lutar com todas as suas forças para que o Brasil não mergulhe em uma profunda resseção, profunda crise econômica e uma profunda dificuldade. ele disse para mim com muita convicção que vai lutar contra tudo e contra todos para manter a população brasileira", finalizou.
Fonte: Portal AZ

Related Posts

Presidente da Fecomércio diz que Firmino e Wellington estão enganando a população sobre volta do comércio
4/ 5
Oleh

Subscribe via email

Like the post above? Please subscribe to the latest posts directly via email.

Featured

Comments