terça-feira, 12 de maio de 2020

O que dizem os líderes partidários sobre adiamento das eleições municipais

Congresso Nacional pode votar Orçamento nesta terça-feira ...
No Congresso, já existe um consenso entre líderes partidários nacionais de que as eleições municipais deste ano serão adiadas por conta da pandemia do novo coronavírus no país. A tendência é de que o pleito seja adiado de outubro para dezembro deste ano, com a realização dos dois turnos antes do Natal.
Veja o que dizem alguns líderes e presidentes de partidos:
Ciro Nogueira: presidente nacional do Progressistas declarou publicamente que é a favor da unificação dos pleitos em 2022. Disse que vai propor ao presidente do Congresso, Davi Alcolumbre, que inclua a pauta nos debates de Casa.
Gilberto Kassab: Líder do PSD admite a possibilidade de adiamento das eleições para novembro ou dezembro.
Carlos Lupi: presidente nacional do PDT acredita que as eleições devam ser adiadas para dezembro.
ACM Neto: Presidente do DEM e prefeito de Salvador disse ser “muito difícil realizar as eleições para prefeitos e vereadores em outubro caso o coronavírus continue avançando em maio e junho”.
Rodrigo Pacheco: líder do DEM no Senado afirmou que não vê “perspectiva e condições de eleição em outubro deste ano. A atipicidade da situação autoriza pensarmos na prorrogação de mandatos e coincidência de eleições em 2022”.
Vital do Rêgo: líder no Senado de bloco partidário com PSB, Patriota, Cidadania, Rede, PDT e PSB defende eleições em dezembro.
Carlos Sampaio: líder do PSDB na Câmara é contrário à prorrogação dos mandados e afirmou que o ideal é esperar a primeira quinzena de junho para analisar as condições de realização do pleito marcado para o dia 04 de outubro. Não descartou o adiamento.
Eliziane Gama: líder do Cidadania no Senado afirmou que é provável o adiamento das eleições, mas é contra prorrogar mandatos.
Weverton Rocha: líder do PDT no Senado também acha que não faz sentido prorrogar mandatos e que se for preciso adiar, que seja para dezembro.
Álvaro Dias: líder do Podemos também já declarou que, se houver agravamento da pandemia, é a favor das eleições em dezembro.
Paulinho de Força: presidente nacional do Solidariedade também já se posicionou a favor do adiamento das eleições.
Léo Moraes: líder do Podemos na Câmara protocolou um pedido para criar uma comissão para debater adiamento das eleições municipais.
sam post

Related Posts

O que dizem os líderes partidários sobre adiamento das eleições municipais
4/ 5
Oleh

Subscribe via email

Like the post above? Please subscribe to the latest posts directly via email.

Featured

Comments