sexta-feira, 19 de junho de 2020

PRF deflagra operação para fiscalizar veículos de carga nas rodovias

Na quinta-feira (18), a Polícia Rodoviária Federal realizou uma operação nacional com o objetivo de fiscalizar o sistema de freios de veículos de carga. Agentes da PRF participaram de nivelamento teórico no turno da manhã por videoaula e à tarde realizaram fiscalizações em unidades operacionais de todo o país. O objetivo principal dessa ação é a redução dos números de acidentes envolvendo esse tipo de veículo.
Segundo dados de acidentes levantados pela PRF no Piauí, os defeitos no sistema de freios dos veículos pesados constituem uma das principais causas de acidentes graves envolvendo veículos de carga em rodovias federais, especialmente nos trechos com relevo mais irregular. O funcionamento deficiente dos freios sobrecarrega o sistema, causando superaquecimento e alterando as características dos materiais, ocasionando ineficiência grave durante uma frenagem, sendo motivo frequente para saídas de pistas e tombamentos nas descidas de serras.
O estado do Piauí possui inúmeras serras algumas cortadas por rodovias federais que necessitam habilidade dos motoristas e principalmente do uso correto do sistema de freios. Muitos acidentes com caminhões e carretas ocorrem nesses locais por falta de habilidade dos motoristas e por deficiência mecânica no sistema de freios.
Além da parte mecânica dos veículos, os policiais verificaram também o cumprimento da Lei do descanso de motoristas profissionais, o funcionamento de equipamentos obrigatórios como o tacógrafo e/ou cronotacografo e o sistema de iluminação.



Crédito: PRF/PI
Durante o período dessa ação, que contou com a participação de 29 policiais e teve 05 pontos de fiscalização nas BRs 343, 316, 135, nas cidades de de Teresina, Campo Maior, Piripiri e Bom Jesus, tivemos como resultados:

Related Posts

PRF deflagra operação para fiscalizar veículos de carga nas rodovias
4/ 5
Oleh

Subscribe via email

Like the post above? Please subscribe to the latest posts directly via email.

Featured

Comments