sábado, 18 de novembro de 2017

Caminhão de vereador atropela e mata garoto de 6 anos em Cajazeiras



O coordenador de Comunicação Social da Polícia Militar, coronel John Feitosa, confirmou que durante acidente na manhã de sábado (18), um caminhão de propriedade um vereador de Cajazeiras do Piauí atropelou e matou uma criança de seis anos.
“Foi um acidente de trânsito, uma fatalidade”, declarou o coronel John Feitosa.
A vítima foi Miqueias de Sousa Lima, de 6 anos, que brincava, na companhia de outras duas crianças, quando o caminhão de propriedade do vereador Jota, de Cajazeiras do Piauí, que descarregava milho na rua Raimunda Bananeira, no bairro Retorno, desceu, desgovernado, pela rua onde as crianças brincavam de bicicleta.
Miqueias de Sousa Lima não conseguiu sair a tempo da frente do veículo, sendo atingido e morrendo no local. As outras duas crianças não foram atingidas.
Após atingir o menino Miqueias de Sousa Lima, o caminhão só conseguiu parar após invadir a residência da dona de casa Vitória, destruindo paredes e móveis, mas ninguém ficou ferido dentro da casa. 













Fonte:meio norte
(Crédito: Divulgação/Polícia Militar)

Exército abre vagas na área da saúde no Ceará e no Piauí com salário inicial de R$ 6,4 mil

Medium exercito fotos publicas 560x362
 A 10ª Região Militar está com vagas abertas para contratação de oficiais temporários com formação em Medicina, Farmácia, Odontologia e Medicina Veterinária. O salário inicial é de R$ 6,4 mil.
Os selecionados deverão atuar nas cidades de Fortaleza (CE), Crateús (CE), Teresina (PI) e Picos (PI). A atividade será desempenhada de forma transitória e por tempo determinado para o exercício de atividades técnicas especializadas no âmbito da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira.
Poderão se candidatar profissionais com ou sem especialização ou residência médica. As inscrições acontecem até 24 de novembro, presencialmente, no 23° Batalhão dos Caçadores (Fortaleza) e no 2° Batalhão de Engenharia de Construção (Teresina-PI). Mais informações no site da 10ª Região Militar.
Serviço
Inscrições para o Exército
Local: 23º Batalhão de Caçadores Av. dos Expedicionários, 1589, Fátima – entrada pela lateral do 23º Batalhão de Caçadores (23º BC).Tel: (85) 3403-7691/1718/1609/1716 (fax).Horários: Até 7/11: segunda-feira a sexta-feira das 13:00hs às 16:30hs; A partir de 8/11: segunda-feira a quinta-feira das 09:00 às 11:30hs e das 13:30 às 16:00hs e na sexta-feira das 09:00hs às 11:30hs.
Fonte: Tribuna do Ceará

Policiais Militares são capacitados em curso de paraquedismo no Piauí



Policiais militares da Bahia participaram de mais uma etapa do módulo do I Curso de Operações Especiais promovido pelo Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Piauí. Durante quatro dias de instruções vários procedimentos teóricos e práticos com diversas simulações fizeram parte da rotina dos alunos formados por policiais militares de vários estados, sendo onze da Bahia, sete do Piauí, um do Amazonas, um do Acre, Mato Grosso e um da Paraíba.
Submetidos a lançamentos reais de uma altura relativamente baixa e com alvo restrito, a instrução de paraquedismo foi um dos desafios para os participantes do curso, que foram instruídos sobre modalidades, equipamentos e procedimentos de saída da aeronave, além da posição em queda livre, panes, anormalidades, procedimentos de emergência, navegação e pouso, dentre outros.
Os cursos foram ministrados pelo Exercito Brasileiro, pelo Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e o Grupamento Aéreo da Policia Militar da Bahia.
Fonte: PM-BA

Armado com arco e flechas homem é preso por tentativa de homicídio

 Geovanildo da Costa Paulo, preso por tentativa de homicídio
A Polícia Militar prendeu Geovanildo da Costa Paulo, 26 anos, por volta das 15h de quinta-feira (16/11), na comunidade Alto do Batista, zona rural de Parnaíba, acusado invasão de domicílio e tentativa de homicídio contra o senhor Raimundo Nonato de Sousa Santos, conhecido “Raimundo Bárbara”. Os instrumentos utilizados pelo acusado foram arco e flechas e uma faca.
Arco, flechas e faca que estavam em pode de Geovanildo da Costa Paulo.
O Comando de Operações da Polícia Militar (COPOM) recebeu a denúncia e uma guarnição, comandada pelo sargento Silveira, composta ainda pelo cabo Nelson e soldado Edílson, foi até o local, oportunidade em que prendeu Geovanildo Paulo, que foi conduzido para a Central de Flagrantes. Segundo o sargento Silveira, Geovanildo Paulo tentou furar a vítima com uma flecha e uma faca; mas Raimundo Nonato se esquivou.
Por Daniel Santos e Leno Childes/PCN  

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Seis são presos por crimes ambientais em fiscalização no Sul do PI

 Foram apreendidas armas de caça e 15kg de animais abatidos
A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) realizou na última semana uma campanha de fiscalização ambiental em municípios no sul do Piauí onde foram recolhidos 28 armas de fogo usadas em caça, 38 pássaros da fauna silvestre natriva e 15 kg de animais abatidos.
Na ação foram presas e autuadas seis pessoas por crime ambiental segundo informou o coordenador de Prevenção e Combate a incêndios Florestais da Semar, Carlos Eduardo da Silva.
(Crédito: Divulgação/PM)
Os municípios onde foram realizas as fisalizações são aqueles atendidos pelo Projeto de Redução do Desmatamento e das Queimadas do Piauí (Procerrado-PI). São eles: Baixa Grande do Ribeiro, Ribeiro Gonçalves, Currais, Palmeira do Piauí, Santa Filomena e Uruçuí. A ação teve a parceria da Polícia Militar Ambiental.
Na ação, foi feito o combate ao desmatamento e queima irregular de áreas florestais e também da produção de carvão vegetal sem autorização da Secretaria do Meio Ambiente. Os auditores realizaram também combate à criação irregular de animais silvestres em cativeiro e ainda contra a poluição sonora na cidade de Bom Jesus, no sul do estado.
“A Semar vai realizar, ainda em dezembro, outras operações para coibir crimes ambientais, como o tráfico de animais silvestres, o manejo florestal indevido, entre outros e vamos intensificar estas ações em 2018”, finaliza Carlos Eduardo.
(Crédito: Ascom/Semar)
Fonte: Portal MN

Mais de 100 mulheres disputam cada vaga do Corpo de Bombeiros

Medium bonnhayay Os portões estarão abertos para ingresso dos candidatos a partir das 7:00h e serão fechados rigorosamente às 8:00 da manhã
 Com 104.8 concorrentes por vaga para as candidatas do sexo feminino, o Corpo de Bombeiros Militar do Piauí vai selecionar, neste domingo, dia 19 de novembro, por intermédio do Nucepe, 110 novos integrantes para a corporação. Menor, a ocorrência masculina registou uma procura de 40.5 candidatos por vaga. A prova escrita do certame começa às 8h30 e termina às 13h30.
Todo o aparato de inteligência das polícias Civil e Militar do Piauí estará em alerta para assegurar tranquilidade a quem vai fazer o concurso. A segurança estará reforçada nos oito locais de aplicação de provas. Serão utilizados detectores de metais e equipamentos para detectar mensagens enviadas por telefone celular. A ordem é garantir a tranquilidade dos candidatos e a lisura do processo.
Os portões estarão abertos para ingresso dos candidatos a partir das 7:00h e serão fechados rigorosamente às 8:00 da manhã, conforme estabelece o edital do certame. O Nucepe reforça que quem chegar atrasado não entra.
A direção do Nucepe chama a atenção dos candidatos inscritos no certame para que eles observem as normas do edital, para evitar problemas. “Nós estamos tomando todos os cuidados para garantir que ninguém seja prejudicado no seu direito e o candidato deve fazer a parte dele para que tudo transcorra dentro das condições de normalidade”, pontua o presidente da banca de concursos da Uespi, Pedro Soares Junior.
Além do Campus Torquato Neto, as provas também serão aplicadas no Liceu Piauiense, no Ifpi da zona Sul, no Centro Educacional Odilon Nunes e nos colégios Eurípedes de Aguiar, Benjamin Batista, Murilo Braga e Severiano Sousa, todos na zona Norte de Teresina.
Fonte: Com informações da Ascom

OAB-PI inaugura Salas dos Advogados no interior do Estado





Nos dias 20, 22 e 23 de novembro, a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, promoverá ações no interior do Estado visitando as cidades de Capitão de Campos, Castelo do Piauí, Fronteiras, Padre Marcos, Picos, Piripiri e São Miguel do Tapuio. As viagens contarão com a presença do presidente da OAB-PI, Chico Lucas, e de representantes da Diretoria e do Conselho Seccional.
A programação conta com inauguração de três novas Salas dos Advogados, em Padre Marcos, Fronteiras e Castelo do Piauí, que atendem a pleitos antigos da advocacia local. Além disso, a comitiva da OAB visitará a Comarca de São Miguel do Tapuio, Capitão de Campos e Piripiri, para ouvir os reclames e sugestões dos profissionais que militam na região, e receberá novos advogados em Picos.
“Sairemos mais uma vez de Teresina rumo a diferentes regiões do Estado para aproximar a OAB da advocacia piauiense. Essa é também uma oportunidade de os advogados levarem seus pleitos e sugestões para a melhoria da prestação jurisdicional, por isso convidamos todos os colegas que militam nessas cidades para que participem”, conclamou Chico Lucas.
Confira a programação completa:
20/11 - segunda-feira
08h - Inauguração da Sala dos Advogados no Fórum de Padre Marcos
11h - Inauguração da Sala dos Advogados no Fórum de Fronteiras
18h30 - Compromisso de Novos Advogados em Picos
22/11 - quarta-feira
09h - Visita à Comarca de São Miguel do Tapuio
11h - Inauguração da Sala dos Advogados no Fórum de Castelo do Piauí
23/11 – quinta-feira
08h – Visita ao Fórum de Capitão de Campos
10h – Visita aos órgãos do judiciário de Piripiri (Saída da sede da OAB/Piripiri)
Advogados receberão treinamento para manusear sistemas da Justiça
A partir da próxima segunda-feira (20), a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, dará início a uma série de treinamentos para orientar os advogados acerca da utilização dos sistemas: Escritório Digital, INSS Digital, Processo Judicial e Sistema Eletrônico de Execução Penal Unificado (SEEU). Inicialmente, serão contempladas as Subseções de Picos, Floriano, Campo Maior, Piripiri e Parnaíba.
Os treinamentos foram solicitados pela advocacia local, em virtude da criação de novos sistemas, como o Escritório Digital e, mais recentemente, o INSS Digital, bem como aos jovens advogados que ingressam nas subseções anualmente.
“Estamos levando uma equipe especializada a essas cidades para dar um treinamento gratuito aos advogados que militam na região. Daremos continuidade em breve em outros municípios, com o intuito de dirimir as dúvidas da classe acerca da utilização desses sistemas, que são novos e trazem inúmeros benefícios à prática da advocacia”, pontuou o presidente da OAB-PI, Chico Lucas.
As inscrições gratuitas poderão ser feitas presencialmente no horário e local do evento. Todos os participantes receberão certificado de 04 horas/aula emitido pela Escola Superior de Advocacia do Piauí. Informações (86) 2107-5823.
Confira a programação:
20/11 - segunda-feira
16h – Sede da Subseção da OAB/Picos
21/11 – terça-feira
09h – Sede da Subseção da OAB/Floriano
22/11 - quarta-feira
16h - Sede da Subseção da OAB/Campo Maior
23/11 – quinta-feira
14h - Sede da Subseção da OAB/Piripiri
24/11 sexta-feira
09h - Sede da Subseção da OAB/Parnaíba
Ascom

Macabro! em Brasilia defuntos eram pendurados de cabeça para baixo e tinham as pernas cortadas para caberem em caixões



Ao justificar a necessidade de uma segunda fase da Operação Caronte, deflagrada nesta sexta-feira (17/11), o diretor-adjunto da Divisão de Assuntos Internos da Corregedoria-Geral da Polícia Civil do DF, delegado Marcos Paulo Loures, revelou algo assustador. Diversas funerárias estabelecidas na capital do país "terceirizavam" serviços para empresas clandestinas. Segundo denúncias recebidas durante as investigações, descobriu-se que os criminosos agiam como açougueiros, pendurando os defuntos de cabeça para baixo de forma que sangrassem mais rápido. "Pior que isso, corpos seriam mutilados, com pernas cortadas, para caberem nos caixões", disse.
As denúncias que chegaram à polícia apontam, de acordo com o delegado, que uma das funerárias clandestinas chegou a acumular 30 corpos nus, deitados no chão, durante um dia de grande demanda. "Os relatos dão conta de que as vísceras entupiam e contaminavam a rede de esgoto", afirmou o policial, chocado. Além disso, as funerárias clandestinas atuariam no transporte dos corpos em condições completamente insalubres.
"Apreendemos um vídeo (veja abaixo) que mostra o chamado transbordo. É quando uma funerária que tem credenciais é contratada só para pegar o corpo, e aí coloca em um carro que não é autorizado", explicou Loures.
Apesar de operarem precariamente e tratarem de qualquer forma os mortos, as funerárias cobravam caro dos familiares por "um serviço de qualidade" e um "tratamento atencioso". Em alguns casos, os enterros chegavam à casa dos R$ 14 mil, conforme as investigações.
Ao justificar a necessidade de uma segunda fase da Operação Caronte, deflagrada nesta sexta-feira (17/11), o diretor-adjunto da Divisão de Assuntos Internos da Corregedoria-Geral da Polícia Civil do DF, delegado Marcos Paulo Loures, revelou algo assustador. Diversas funerárias estabelecidas na capital do país "terceirizavam" serviços para empresas clandestinas. Segundo denúncias recebidas durante as investigações, descobriu-se que os criminosos agiam como açougueiros, pendurando os defuntos de cabeça para baixo de forma que sangrassem mais rápido. "Pior que isso, corpos seriam mutilados, com pernas cortadas, para caberem nos caixões", disse.
As denúncias que chegaram à polícia apontam, de acordo com o delegado, que uma das funerárias clandestinas chegou a acumular 30 corpos nus, deitados no chão, durante um dia de grande demanda. "Os relatos dão conta de que as vísceras entupiam e contaminavam a rede de esgoto", afirmou o policial, chocado. Além disso, as funerárias clandestinas atuariam no transporte dos corpos em condições completamente insalubres.
"Apreendemos um vídeo (veja abaixo) que mostra o chamado transbordo. É quando uma funerária que tem credenciais é contratada só para pegar o corpo, e aí coloca em um carro que não é autorizado", explicou Loures.
Apesar de operarem precariamente e tratarem de qualquer forma os mortos, as funerárias cobravam caro dos familiares por "um serviço de qualidade" e um "tratamento atencioso". Em alguns casos, os enterros chegavam à casa dos R$ 14 mil, conforme as investigações.
Na segunda fase da operação contra a Máfia das Funerárias, foram apreendidos 37 rádios transmissores programados na frequência utilizada pelas forças de segurança, além de carros funerários que transportavam corpos sem autorização, documentos e computadores. As buscas envolveram pelo menos 20 funerárias, clínicas e residências de suspeitos. O grupo criminoso era formado por médicos, funcionários de hospitais, empresários e até um policial civil aposentado.
Ao todo, foram cumpridos 21 mandados de buscas e apreensão e 11 de condução coercitiva. Um deles foi emitido contra um policial civil aposentado, que era pago para fornecer às funerárias a frequência do rádio das forças de segurança. Com isso, eles conseguiam chegar aos locais onde alguém tinha morrido primeiro do que os rabecões do Instituto Médico Legal (IML). Aproveitando-se da fragilidade das famílias, acabavam fechando negócio.
O argumento era de que se o corpo fosse levado ao IML seria cortado pelos peritos. Diante disso, os criminosos ofereciam um processo "menos doloroso", caso o acordo fosse firmado.
O caso
As apurações da polícia indicam que a organização criminosa enganava as vítimas com a promessa de que o atestado de óbito sairia de graça. Mas, na verdade, estava tudo embutido no preço do velório e do enterro.
Durante as buscas realizadas na primeira fase da Operação Caronte, os agentes encontraram duas armas e diversos equipamentos que copiavam a frequência da corporação.
Os investigadores identificaram a ação de dois grupos criminosos ligados ao ramo de serviços funerários, como sepultamento, embalsamento, cremação e traslado de corpos, entre outros. Os suspeitos cobravam o atestado de óbito e o encaminhava para funerárias envolvidas no esquema. Os criminosos, geralmente, se passavam por servidores do IML.
Fonte:cozinhandoogalo.com

Traficantes escolhem o Piauí para fazer lavagem de dinheiro


Operação Quebra-Cabeça Foto: Polícia Civil RSA operação 'Quebra-Cabeça', realizada pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (16/11), com o objetivo de combater a lavagem de dinheiro praticada ao longo dos últimos anos por uma organização criminosa, descobriu que o Piauí era um dos destinos para envios de recursos ilícitos.

A Delegacia de Repressão ao Crime de Lavagem de Dinheiro (DRLD) do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos (GIE) cumpriu 30 mandados de busca e apreensão, bloqueio de 32 imóveis, sequestro de 31 veículos, bloqueio das contas bancárias de 29 investigados, quebra dos sigilos bancário, fiscal e financeiro de 54 investigados, além de mandados de prisão preventiva. Durante a ação, cinco pessoas foram presas e cerca de R$ 11 milhões da facção foram bloqueados.
Operação Quebra-Cabeça Foto: Polícia Civil RS
As investigações apontaram que empresas e pessoas físicas do Piaui receberam recursos para que a lavagem e dinheiro fosse realizada com o objetivo de dificultar o rastreamento dos valores pela polícia. 
Além do Piauí, a quadrilha fez depósitos para empresas e pessoas físicas do Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul e Goiás, mas os nomes dessas empresas e pessoas ainda não foram divulgados.
Segundo a Polícia Civil do Rio Grande do Sul, o líder da organização foi preso em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, em 2 de Fevereiro deste ano. Após a captura iniciou-se uma investigação que levou oito meses e apurou o caminho do dinheiro faturado pela organização, além de identificar a forma de atuação de cada integrante do esquema criminoso, que não atuavam apenas no Brasil.
Jackson Peixoto Rodrigues, o Nego Jackson, 34 anos, está preso no Presídio Federal de Porto Velho (RO), mas duas mulheres comandavam seu organizado esquema de lavagem de dinheiro. As investigações continuam e outras pessoas podem ser presas. A polícia segue apurando o envolvimento de piauienses no esquema.
Fonte:180 graus

Bandidos tentam aplicar golpe usando a ‘Nota Fiscal Piauiense’



O alerta veio da Gerência Regional da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) em Parnaíba. Bandidos estão utilizando a ‘Nota Fiscal Piauiense’ com pano de fundo para aplicar golpes. Nesta sexta-feira (17) um consumidor cadastrado no programa compareceu na unidade do órgão para denunciar que recebeu contato via celular informando que teria R$ 3 mil em premiação a receber.
Para tanto, os criminosos lhe pediram uma conta bancária e outros dados pessoais, com o argumento de as informações seriam necessárias para o desbloqueio da suposta premiação. O consumidor, que não teve a identidade revelada, compareceu à gerência da Sefaz em Parnaíba ao desconfiar que poderia se tratar de um golpe, o que foi prontamente confirmado.
Segundo o gerente regional Luiz Araújo Passos, já há registro de vítimas de golpe com as mesmas características na capital Teresina. “Causou estranheza o fato de ter sido prometido R$ 3 mil reais em prêmio, com o contato feito via telefone celular, pedindo dados bancários. O Estado não dispõe de premiação neste valor, não liga de celular e nem pede dados bancários por telefone. Todo o procedimento para resgate é feito via site do programa”, alertou.
Ainda de acordo com o gerente, é necessário atenção por parte dos consumidores cadastrados na ‘Nota Fiscal Piauiense’ e qualquer dúvida pode ser esclarecida pessoalmente, procurando a unidade da Sefaz situada no entorno da Praça da Graça, Centro de Parnaíba. No caso registrado, tudo não passou de uma tentativa malsucedida de golpe e por sorte a vítima não chegou a realizar depósitos para os bandidos, como geralmente acontece neste tipo de crime.
O que é a ‘Nota Fiscal Piauiense’
É um programa de estimulo à cidadania fiscal no Estado do Piauí que tem por objetivo incitar os consumidores a exigirem a entrega do documento fiscal na hora da compra. Além disso, visa a gerar créditos aos consumidores, aos cidadãos e às empresas não contribuintes do imposto e às entidades sem fins lucrativos do Estado.
Fonte:portal costa norte

Corpo de comerciante vítima de afogamento é encontrado em Parnaíba




O homem estava desaparecido desde o feriado da Proclamação da República.
O corpo do comerciante Adriano Chaves do Nascimento, de 32 anos, foi encontrado por pescadores nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (17/11) no rio Parnaíba, no litoral do Piauí. O homem estava desaparecido desde o feriado da Proclamação da República, dia 15, quando se afogou na localidade Rebentão, zona rural de Parnaíba.
Segundo o Corpo de Bombeiros, populares informaram que Adriano Chaves estava pescando com amigos por volta das 17h30min de quarta-feira (15) quando se afogou no rio. Ele teria entrado na água com botas nos pés, o que pode ter dificultado no nado.
Corpo foi encontrado próximo a estação de captação de água da Agespisa. (Crédito: Kairo Amaral)
Uma equipe da Perícia Criminal de Parnaíba compareceu ao local onde o corpo foi encontrado e constatou que não havia nenhuma lesão, apenas àquelas provocadas naturalmente em vítimas de afogamento.
De acordo com os pescadores, o corpo foi encontrado a cerca de 8Km do local do afogamento. O cadáver foi removido pelo Instituto Médico Legal de Parnaíba.
O homem estava desaparecido desde o feriado (Crédito: Arquivo pessoal)
Por Kairo Amaral/ Fonte:meio norte

Lavrador é flagrado com moto roubada e confessa que pagou apenas R$300 reais pelo veiculo em Cocal



Uma equipe da Polícia Civil e da Guarda Municipal efetuou a prisão de um lavrador de 51 anos, identificado como Valdemir Araújo da Silva, que foi flagrado em posse de uma motocicleta ausente de placa, porém, com registro de roubo/furto. O fato aconteceu na tarde desta quinta-feira (16/11), na localidade Palmeirinha, situada na região de Campestre, zona rural de Cocal, região Norte do Piauí. 
A motocicleta apreendida trata-se de uma Honda Biz 125 ES, de cor vermelha, ano 2008, que estava ausente de placa, no entanto, a equipe a identificou através de técnicas de consulta, constatando que a sua placa era NDY-6523/Fortaleza-CE, pertencente a Don Flavio Ramires Provosthe, com registro de roubo/furto datado no dia 14 de outubro de 2017 (há exatamente 33 dias), na cidade de Tianguá-CE.
Ao ser questionado pelos agentes, o suspeito informou que há aproximadamente um mês ele comprou a moto de um rapaz desconhecido, em meio a uma bebedeira, pelo valor de R$300,00 (trezentos reais). 
 A motocicleta foi apreendida para ser devolvida ao seu legitimo proprietário e o lavrador conduzido à Delegacia local, onde foi indiciado pelo crime de receptação.




A polícia adverte para que o cidadão desconfie de algumas propostas de negócios excessivamente vantajosas, pois o risco de fraude é grande. Em caso de dúvida, deve-se procurar algum órgão de trânsito ou a delegacia local para buscar ajuda.
Com informações do Blog do coveiro

Prazo para candidatura a diretor tesoureiro da OAB-Parnaíba encerra nesta sexta(17)



Considerando a renúncia da advogado Jhilliany Sousa de Oliveira, o Regulamento Geral da OAB (Lei n. 8.906/94, arts. 63 a 67) e o Provimento n. 146/2011 do Conselho Federal da OAB (arts. 128 a 137-C), a Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Piauí, lança edital de convocação dos advogados inscritos na Subseção da OAB-Parnaíba para candidatura ao cargo de Diretor Tesoureiro da referida Subseção, para mandato de 1º de dezembro de 2017 a 31 de dezembro de 2018. O edital está disponível no site da OAB-PI (www.oabpi.org.br/noticia/3346/aberto-prazo-para-candidatura-a-tesoureiro-da-oab-parnaiba).
O Regimento Interno da Seccional, art. 69, estabelece que ocorrendo vaga de cargo de diretoria da Subseção, em virtude de renúncia, o substituto é eleito pelo Conselho Seccional, dentre os advogados estabelecidos na respectiva área territorial. Dessa forma, tendo em vista a urgente necessidade de preenchimento do cargo, a eleição ocorrerá na Sessão Ordinária do Conselho Pleno da OAB-PI, às 18 horas do dia 30 de novembro de 2017.
Os requerimentos de registros de candidatura serão recebidos de 13 a 17 de novembro de 2017, das 8h às 17h, na Secretaria da Subseção (Rua 1º de Maio, nº 1070, Canta Galo, CEP: 64202-470, Parnaíba/PI) ou na Secretaria do Conselho Seccional da OAB/PI (Rua Governador Tibério Nunes, s/n, Bairro Cabral, CEP: 64.000-750, Teresina/PI). Os requerimentos protocolados na Subseção deverão ser entregues na Secretaria do Conselho Seccional da OAB/PI até as 12h do dia 20 de novembro de 2017. Outras informações: (86) 2107-5800.

Jovem morre afogado durante pescaria no rio Parnaíba

  O comerciante Adriano Chaves do Nascimento, 32 anos, morreu afogado por volta das 17h30 de quarta-feira (15/11), nas imediações de uma croa do rio Parnaíba, na região da comunidade Rebentão, zona rural, no Distrito de Irrigação Tabuleiro Litorâneos do Piauí. Adriano Chaves estava pescando com tarrafa, atividade que já havia feito em outras datas, quando afundou no rio, subiu e ao descer não mais apareceu até o momento.
Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar, comandada pelo Subtenente Edivan Conrado, seguiu para o local na manhã desta quinta-feira (16/11) para realização das buscas e contou com o poio de pescadores para ter acesso ao rio. Cedo da manhã, alguns pescadores encontraram a rede de pesca de Adriano, bem como as botas que estavam boiando. Segundo Anastácio Araújo, parente da vítima, Adriano Chaves, morava nas imediações do Balão da Guarita. No local onde aconteceu a fatalidade são comuns estruturas simples de apoio a pescadores.
Por Daniel Santos
Portal Costa Norte

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Médico piauiense é preso em operação que apura fraudes em recursos da saúde no MA

Médico preso é homem de confiança do Governo do Maranhão Médico preso é homem de confiança do Governo do Maranhão Foto: Francisco Campos
Médico preso é homem de confiança do Governo do Maranhão Foto: Francisco Campos
O médico piauiense Mariano de Castro Silva foi um dos presos da operação Pregador, realizada nesta quinta-feira (16/11) em cidades do Piauí e Maranhão pela Polícia Federal com o objetivo de apurar desvios de recursos públicos federais por meio de fraudes na contratação e pagamento de pessoal, contratos de gestão e termos de parceria firmados com o Governo do Estado do Maranhão na área da Saúde.
Mariano foi preso temporariamente, já trabalhou no Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e atualmente era assessor técnico da Secretaria Estadual de Saúde do Maranhão, teve duas residências 'visitadas' por policiais em Teresina para buscas. Essa não é a primeira vez que ele é apontado em esquemas como este, envolvendo inclusive empresas em seu nome.
Prisões temporárias
1.Antônio José Matos Nogueira
2. Chisleane Gomes Marques
3. Mariano de Castro Silva
4. Luiz Marques Barbosa Júnior
5. Rosângela Aparecida da Silva Barros (Rosângela Curado)
6. Antonio Augusto Silva Aragão
7. Benedito Silva Carvalho
8. Flávia Geórgia Borges Gomes
9. Ideide Lopes de Azevedo Silva
10. Marcus Eduardo Alves Batista
11. Miguel Marconi Duailibe Gomes
12. Osias de Oliveira Santos Filho
13. Paulo Guilherme Silva Curado
14. Péricles Silva Filho
15. Waldeney Francisco Saraiva
16. Warlei Alves do Nascimento
17. Karina Mônica Braga Aguiar
SOBRE A OPERAÇÃO
Aproximadamente 130 policiais cumpriram 45 mandados judiciais expedidos pela juíza federal Paula Souza Moraes da 1ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária do Maranhão. Estão sendo cumpridos 17 mandados de prisão temporária e 28 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Luís-MA, Amarante-MA, Imperatriz-MA e Teresina-PI, além do bloqueio judicial e sequestro de bens no valor total de R$ 18 milhões.
Segundo a PF, durante as investigações conduzidas em 2015 foram coletados indícios de que servidores públicos que exerciam funções de comando na Secretaria de Estado da Saúde naquele ano montaram um esquema de desvio de verbas e fraudes na contratação e pagamento de pessoal.
As investigações indicaram a existência de cerca de 400 pessoas que teriam sido incluídas indevidamente nas folhas de pagamentos dos hospitais estaduais sem a prestação de serviços às unidades hospitalares. Os beneficiários do esquema seriam familiares e pessoas próximas a gestores públicos e de diretores das organizações sociais.
O montante dos recursos públicos federais desviados por meio das fraudes é superior a 18 milhões de reais. Contudo, segundo a Polícia Federal, o dano aos cofres públicos pode ser ainda maior, pois os desvios continuaram a ser praticados mesmo após a deflagração de outras fases da Operação Sermão aos Peixes.
De acordo com a PF, na medida de suas participações os investigados responderão pelos crimes de peculato, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro, organização criminosa, dentre outros. Após os procedimentos legais, os investigados devem ser encaminhados ao sistema penitenciário do Maranhão, onde permanecerão à disposição da justiça federal.
Com informações da Polícia Federal e G1/MA

Homem é esfaqueado por enteado em Parnaíba



Em Parnaíba homem quase tem braços decepados pelo enteado.
Francisco Charles Freitas Prado
Uma briga entre três homens, sendo padrasto e enteados, no final da tarde desta quinta-feira (16/11), na Rua Projetada 53 no bairro Piauí em Parnaíba terminou com um homem identificado como Francisco Charles Freitas Prado de 41 anos esfaqueado várias vezes.
A Polícia Militar foi acionada para um esfaqueamento. Ao chegarem ao local encontraram a vítima, em uma calçada apresentando várias lesões nos membros superiores.
Francisco Charles Freitas Prado
Moradores relataram que em determinado momento, os irmãos Anderson Bento dos Santos e Jorge Bento dos Santos de posse de facão passaram a desferir golpes contra o padrasto, acertando os braços de Francisco várias vezes. A briga foi presenciada por várias pessoas. O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado levando a vítima para o hospital Dirceu Arcoverde.
Não há informações sobre os motivos da briga entre os três. Marcas de sangue, um boné e um par de chinelos ficaram na cena do crime. Até o fechamento dessa matéria os acusados permaneciam foragidos.

Banco Central alerta sobre riscos do uso das moedas virtuais

Medium bithtu Alerta para o risco desse tipo de moeda, que, além de não ser emitida, não tem a garantia de qualquer autoridade monetária
O interesse crescente dos agentes econômicos pelo uso das chamadas moedas virtuais levou nesta quinta-feira (16) o Banco Central (BC) a divulgar comunicado em que alerta para o risco desse tipo de moeda, que, além de não ser emitida, não tem a garantia de qualquer autoridade monetária.
De acordo com o BC, as moedas virtuais podem também não ter a garantia de conversão para moedas soberanas, como, por exemplo, a libra esterlina, e “tampouco são lastreadas em ativo real de qualquer espécie, ficando todo o risco com os detentores”. “Seu valor decorre exclusivamente da confiança conferida pelos indivíduos ao seu emissor”, diz ainda o comunicado.
O BC ressalta que empresas que negociam ou guardam moedas virtuais em nome de outras pessoas, sejam físicas ou jurídicas, “não são reguladas, autorizadas ou supervisionadas pelo Banco Central do Brasil”.
“Não há, no arcabouço legal e regulatório relacionado com o Sistema Financeiro Nacional, dispositivo específico sobre moedas virtuais. O Banco Central do Brasil, particularmente, não regula nem supervisiona operações com moedas virtuais”, acrescenta.
No comunicado, o BC diz que está atento à evolução desse tipo de moedas e acompanha as discussões sobre elas nos foros internacionais “para fins de adoção de eventuais medidas, se for o caso, observadas as atribuições dos órgãos e das entidades competentes”.
(Com informações da Agência Brasil)

 

Polícia Civil captura outro fugitivo da Central de Flagrantes de Parnaíba.

A Polícia Civil, através da Delegacia Regional de Parnaíba e Núcleo de Inteligência da planície litorânea, realizaram a prisão de Rafael Souza Santos, nas primeiras horas da manhã de hoje, dia 16 de novembro de 2017.
Rafael encontrava-se escondido na residência de sua mãe, localizada na Rua Governador Pedro Freitas, bairro Frei Higino, em Parnaíba, porém havia acabado de chegar neste endereço, sendo capturado após denúncia anônima dando conta que o indivíduo se encontrava no imóvel.
Após uma rápida intervenção dos policiais foi possível recapturar Rafael, que havia sido preso no dia 02/11/2017, por furto qualificado, e fugido da Central no dia 12/11/2017. 
Rafael foi conduzido para a Central de Flagrantes para os procedimentos de praxe, e será encaminhado para o sistema prisional ainda na data de hoje, onde permanecerá a disposição da justiça local.
A Polícia Civil aproveita o ensejo para solicitar à população local a realização de denúncias anônimas de crimes, medida esta que tem surtido efeito e traz benefícios a sociedade. Para denunciar basta clicar no link acima e preencher os campos.
(Ascom/Polícia Civil)

Policia civil fecha boca de fumo em parnaíba


Policiais civis da DEPATRI realizavam diligências investigando um caso de receptação no Dom Rufino 2, quando receberam denúncias de populares sobre o funcionamento de uma "boca de fumo". Solicitaram apoio de policiais civis da DHTL e conseguiram apreender 150 pedras de crack, 50 papelotes de maconha. Foram conduzidos para central três menores e um maior, que responderá pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores.


A Polícia Civil aproveita o ensejo para solicitar à população local a realização de denúncias anônimas de crimes, medida esta que tem surtido efeito e traz benefícios a sociedade. Para denunciar basta clicar no link acima e preencher os campos.
com informações do portal do catita 

Vaca morre ao cair em poço artesiano em Parnaíba

 A ocorrência incomum foi registrada no quintal de uma residência.
Uma vaca mobilizou vários militares do Corpo de Bombeiros de Parnaíba nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (16/11). É que o animal caiu dentro de um poço artesiano na noite do dia anterior e devido a profundidade não estava conseguindo sair. Todos os equipamentos utilizados em resgate de humanos foram utilizados.
Após mais de uma hora de trabalho, a equipe coordenada pelo major Rivelino Moura, a vaca foi tirada de dentro do poço, porém já sem vida. A ocorrência incomum foi registrada no quintal de uma residência na rua Frei João Pedro, em Parnaíba, no litoral do Piauí.
Por Kairo Amaral/Fonte: meio norte
Animal morreu após a queda (Crédito: Kairo Amaral)
Animal morreu após a queda (Crédito: Kairo Amaral)
Animal morreu após a queda (Crédito: Kairo Amaral)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...