quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Programa Minha Casa Minha Vida está com recursos bloqueados há 48 dias



bancários, construtores e operários da construção civil fizeram manifestação na manhã desta quarta-feira (18), na frente do prédio da Caixa Econômica Federal (CEF), no Centro de Teresina, em protesto contra o bloqueio de recursos de programas sociais pelo Governo Federal e a redução do número de servidores da Caixa.
O construtor Mavilson Veloso, da empresa Mavilson Construção, disse que há 48 dias a Caixa Econômica Federal não libera o crédito imobiliário do programa Minha Casa Minha Vida e isso vai causar demissão em massa dos operários da Polícia Civil. Segundo ele, o programa garantiu emprego para milhares de operários e a construção de casa e apartamento para população, mas a liberação e a concessão de novos recursos está bloqueada.
“As empresas já estão paradas, demitindo seus servidores porque não podem continuar as obras, mas se os recursos continuarem bloqueados as demissões e os impasses serão maiores. Milhares de operários da construção civil serão demitidos”, declarou Mavilson Veloso.
(Crédito: Efrém Ribeiro)
A tesoureira do sindicato dos bancários do Piauí, Francisca de Assis Araújo, declarou que os bancários estão realizando neste ano sua campanha salarial de forma diferenciada já que a categoria fechou acordo com os bancos até agosto de 2018. Segundo ela, porém, os bancários estão fazendo manifestação em defesa do Banco do Nordeste (BNB), Banco do Brasil (BB) e Caixa Econômica Federal (CEF), que estão reduzindo os quadros de seus funcionários e bloqueando e deixando de financiar programas de empréstimos e financiamentos para a sociedade, como o Minha Casa Minha Vida.
“O Governo Federal quer desmantelar os bancos públicos que poderiam fazer para a sociedade”, falou Francisca de Assis Araújo, lembrando que os recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), não estão sendo liberados para financiamento para sociedade; o Banco do Brasil não está fazendo seu papel e o BNB não está financiando a microempresa como fazia antes.
“O Banco do Brasil, BNB e a Caixa Econômica tem como função promover o desenvolvimento do país e não estão fazendo isso. Os bancos privados também tem essa obrigação de financiar a sociedade não fazem isso”, falou Francisca de Assis.
Conforme ela, a Caixa Econômica Federal reduziu muito seu quadro de funcionários, já que em 2014 tinha 104 mil funcionários e atualmente só tem 90 mil empregados. Os bancários estão reivindicando que os bancos estatais contratem mais funcionários.
(Crédito: Efrém Ribeiro)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...