terça-feira, 19 de maio de 2020

Popularidade baixa do governo do PI eleva apoio ao presidente da República no Estado





As pesquisas nacionais de apoio aos governadores do estado mostrou queda significativa de cada governador, isto inclui o governo do Estado do Piauí. A pesquisa encomendada pela Valor.com mostra que o jogo não virou, mas a queda dos governadores do Rio de Janeiro; São Paulo; Ceará e Piauí, começa a ganhar mais força. Com isso, presidente da República ganha não só estabilidade, mas um fôlego na corrida contra o caos econômico sob pandemia. 
Comerciantes e microempreendedores se colocam à linha de frente com presidente.
O ponto crucial nisso tudo se trata do fator econômico, comércio vê com péssimo olhar o isolamento e o único apoio contra a quarentena, desde o começo, vem do próprio presidente da República. Com a escalada do governo do Piauí em abrir ou não o comércio, a confiança em Wellington Dias caiu, até mesmo entre os próprios aliados. O estado do Piauí já enfrenta mais de dois meses de total isolamento, apenas o essencial funciona por aqui e isso está fritando os números do estado, arrecadações em baixa e pedidos de empréstimos federais nas alturas, tudo isso é um gargalo para que a retórica do presidente seja cada vez mais adorada pela maioria do Estado.
Governo do Piauí não mostra soluções viáveis.
Fechar, fechar e fechar. O estado que antes falava em - quarentena para não superlotar, enquanto buscamos saídas - hoje não demonstra sequer bases para dar início à soluções mais simples, como ampliações de saúde e hospitais de projeto. 
A incerteza.
A incerteza que há em cada um no estado aperta mais ainda W. Dias, com temor dos impostos altos pós pandemia, comerciantes não pensam duas vezes e fortificam falar dos presidente. Não diálogo entre governador e população. Nisso tudo, Bolsonaro cresceu no estado do Piauí e em outros estados. Continuará?
Fonte: Blog Opinião

Related Posts

Popularidade baixa do governo do PI eleva apoio ao presidente da República no Estado
4/ 5
Oleh

Subscribe via email

Like the post above? Please subscribe to the latest posts directly via email.

Featured

Comments