domingo, 31 de maio de 2020

Responsável por transformar o Baixão do Bebedouro em Lagoa do Bebedouro é homenageado com o Mérito Municipal

Prefeito Mão Santa homenageia engenheiro Benedito Pereira com diploma e medalha do Mérito Municipal.
Engenheiro Benedito Raimundo Alves Pereira - Foto: Bruno Santana
Na noite desta quarta-feira (27), em cerimônia reservada por recomendações sanitárias em decorrência da situação de pandemia, o Prefeito Francisco de Assis de Moraes Souza, Mão Santa, concedeu ao engenheiro Benedito Raimundo Alves Pereira, o diploma e medalha do Mérito Municipal, em razão de seus relevantes serviços prestados à cidade de Parnaíba.

Sr. Benedito Pereira foi professor de matemática na Universidade Federal do Piauí e, Secretário de Infraestrutura na primeira gestão municipal de Mão Santa, ainda no final da década de 80.
Dr. Valdir Aragão condecora o engenheiro Benedito Raimundo Alves Pereira com a medalha do Mérito Legislativo - Foto: Bruno Santana
A medalha do Mérito Municipal foi entregue pelo Assessor Especial do Prefeito, o médico Valdir Aragão.
“Deus honra seus filhos com inteligência e atitudes, com certeza, inspirado na divindade, quis Deus que hoje, eu homenageasse um dos mais ilustres filhos de nossa amada Parnaíba, o professor e engenheiro Benedito Raimundo Alves Pereira”, destacou o Prefeito Mão Santa.
Lagoa do Bebedouro - Foto André do PHB Drones
Como nasceu a Lagoa do Bebedouro
Em 1960 era governador do Piauí o parnaibano Francisco das Chagas Caldas Rodrigues tendo como prefeito de Parnaíba seu irmão, José Alexandre Caldas Rodrigues. Para beneficiar a próspera indústria de cerâmicas no Igaraçu o governador autorizou a pavimentação poliédrica de cerca de quatro quilômetros ligando Parnaíba ao povoado Igaraçu onde existia uma grande indústria de cerâmica (telhas), a Fábrica Cortez.
Lagoa do Bebedouro - Foto: André do PHB Drones
Mas tinha um empecilho para a concretização do projeto que era um alagadiço  que recebia águas de um olho d'água no verão e que se misturava com as águas do Rio São José no inverno formando um pequeno lago onde hoje é a Lagoa do Bebedouro, para solucionar esta questão foi feito um grande aterro ligando a "Cidade sem Deus" ou "Cidade dos Paus" que hoje é parte do bairro Santa Luzia ao povoado Cata-vento, hoje Bairro São Vicente de Paula.

Foto: André do PHB Drones
Após a construção da parede do aterro com um sangradouro para despejar o excesso das águas no Rio São José, principalmente no período invernoso, o lago ficou bem maior. A obra foi realizada pela Construtora Atalaia, tendo como engenheiro Dr. Benedito Raimundo Alves Pereira.



Jornal da Parnaíba

Related Posts

Responsável por transformar o Baixão do Bebedouro em Lagoa do Bebedouro é homenageado com o Mérito Municipal
4/ 5
Oleh

Subscribe via email

Like the post above? Please subscribe to the latest posts directly via email.

Featured

Comments