domingo, 18 de dezembro de 2016

Policial feminina é estuprada durante uma festa de confraternização

De acordo com o depoimento da vítima, quando ela acordou ela estava deitada no chão pelada.
Um crime de violência sexual está sendo investigado pela DEAM. A vítima foi identificada como uma policial feminina de 33 anos, que é cabo da PM. No entanto, a vítima teria sido abusada sexualmente, enquanto estava desmaiada, por companheiros de farda, durante uma festa de confraternização realizada na noite de domingo, 11 de dezembro, na cidade de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul (MS).
Segundo informações do portal de notícias “Campo Grande News”, a vítima estava em uma festa, na residência de uma amiga que, também é policial militar. Ainda de acordo com o portal, após algum tempo na festa, a jovem relatou para a sua amiga que não estava se sentindo bem, e relatou que ia embora para a sua casa. No entanto, o esposo de sua amiga e proprietário da residência, disse para a vítima que ela poderia descansar em um quarto da residência.
Diante da situação, para não se inconveniente de sua parte, a jovem aceitou a oferta. Ainda, de acordo com o portal, a jovem foi levada para um quarto. Já no quarto, ela teria desmaiado e, quando voltou do desmaio, percebeu que, estava completamente sem suas vestes e deitada no chão. Logo ela percebeu que, tinha sido vítima de violência sexual.
No entanto, ao deixar a casa a jovem foi direto para uma delegacia onde registrou um Boletim de Ocorrência, relatando que, tinha sido violentada sexualmente quando estava inconsciente. De acordo com a delegada Fernanda Felix Carvalho, titular da DEAM, afirmou que o caso está sendo investigado, e os principais suspeitos de ter praticado o estupro são dois policiais militares.
Ainda, de acordo com Fernanda, um inquérito foi instaurado, mas está sendo investigado em absoluto sigilo, para poder preservar a identidade da policial. Os detalhes já apurados pela polícia não podem ser revelados para não atrapalhar nas investigações.
Conforme relata o portal, a polícia não relatou o nome e nem a idade dos acusados, mas, segundo fontes ligadas às investigações, um dos envolvidos no crime de estupro é um sargento da Polícia Militar. O caso segue sendo investigado.
Via br.blastingnews
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...