sexta-feira, 30 de março de 2018

Pedra do Sal precisa de placas de advertência a banhistas








Hoje, mais uma vez, vi banhistas, certamente de outras cidades, entrarem afoitamente no mar da Pedra do Sal, mesmo com ondas revoltas e o alto risco de afogamento. A praia parnaibana precisa, novamente, de placas de advertência do tipo "Evite virar estatística do Dirceu". Brincadeira à parte, o banhista desatento bebe e acha que a água tem cabelo. Muita gente já morreu ali, por pura imprudência. Eu fiz 2 anos de natação no SESC, conheço algumas técnicas (e ainda tenho meu bucho para boiar, como último recurso rsrs), e mesmo assim não tenho coragem de tibungar lá naquelas condições. Morrer de 'graça', por algo que pode ser evitável, é muita burrice.
O mar é para todos, mas nem todos são para o mar!
Por Ribamar Aragão

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...