segunda-feira, 7 de maio de 2018

Polícia Civil esclarece 'fatos' do assalto ocorrido na casa de empresário em Parnaíba


Dupla presa no Ceará acusada do roubo
A Polícia Civil de Parnaíba-PI vem a público esclarecer os fatos ocorridos no dia 04/05/2018 na residência do empresário Jaime Guimarães(Jaime da Schin), quando sua esposa, ao chegar em sua residência por volta das 18:30hs, foi surpreendida com a chegada de três indivíduos em um veículo Siena, cor branca, de placa PIG1062, Teresina - PI. Os elementos armados com três revólveres calibre 38 renderam a esposa do empresário e mais dois funcionários da Casa, adentraram no Imóvel e efetuaram o roubo de vários itens, dentre os quais algumas munições, que em sua maioria pertenciam ao CPT (Clube Parnaibano de Tiro), onde nesse domingo, dia 06/05/18, ocorreu um torneio de tiro com a participação de vários associados.
A guarda dessas munições em poder do empresário se justifica por este possuir autorização do Exército Brasileiro para aquisição, guarda, transporte e confecção, conforme CR fornecido pela 10° RM, amparado pelo Art. 94 do regulamento (R105) aprovado pelo Decreto n° 365 de 20 de novembro de 2000 e seriam devolvidas ao Clube para realização do referido evento.
Ao receber a informação da empresa de monitoramento que acompanha a movimentação externa da sua residência sobre a suspeita de que estaria ocorrendo um assalto na sua casa, o empresário acionou a PM através do 190, bem como a Polícia Civil, que se deslocaram para sua residência, porém ao chegarem os elementos já haviam fugido.
Foi constatado que diversos objetos roubados possuíam sistema de rastreamento via satélite (GPS) e, ao acionar a empresa que monitora esse sistema, verificou-se que os assaltantes estavam em fuga na direção do Ceará. Após vários contatos com as forças policiais do Estado do Ceará solicitando apoio para captura dos elementos, iniciou-se então uma grande operação comandada pelo Major Eduardo de Sousa, que juntamente com sua equipe passou a receber em tempo real a localização dos assaltantes.
Na operação os policiais conseguiram prender Amadeus Werllyson dos Santos Inácio - vulgo Lourinho, mas outros dois elementos empreenderam em fuga em um Matagal de difícil acesso.
Iniciaram-se então novas diligências para capturar os dois foragidos. Já pela manhã do dia seguinte, 05.05.2018, foi capturado um segundo meliante identificado como Francisco Magno Silva dos Santos - vulgo “Macaco” e continua foragido o terceiro coautor, identificado apenas pela alcunha de “Magrão”.
Autuados em flagrante, os dois elementos presos permanecem em poder da polícia do estado do Ceará mas deverão ser transferidos para Parnaíba nos próximos dias para continuação das investigações pela Polícia Civil de Parnaíba com futura remessa ao Ministério Público e Judiciário desta Comarca.
Polícia Civil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...