quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Ciro Nogueira não foi alvo da operação da Polícia Federal

 A assessoria de imprensa do candidato enviou uma nota.
Por Samantha Cavalca
Na manhã desta quinta-feira (27/09), foi noticiado que a Polícia Federaldeflagrou uma operação de busca e apreensão em dois endereços relacionados ao senador Ciro Nogueira(PP-PI). Os mandados foram autorizados pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
Em nota, a assessoria de imprensa do Senador e candidato à reeleição, afirmou que Ciro Nogueira não foi o verdadeiro alvo da ação, mas sim um terceiro. Ciro Nogueira é presidente do Partido Progressistas (PP) e candidato à reeleição no Senado. De acordo com a pesquisa Ibope divulgada na semana passada, Ciro Nogueira lidera as intenções de voto para senador no estado, com 36%.
NOTA
Em relação às notícias veiculadas hoje na imprensa sobre supostas diligências nos endereços do senador Ciro Nogueira, em Teresina, informamos que o alvo dessa ação NÃO foi o senador Ciro Nogueira, mas sim um terceiro. Essa pessoa, alvo da determinação judicial, diferentemente do que foi alegado pelas autoridades, não possui vínculo profissional com o Diretório Estadual do Progressistas.
Portanto, permanece ainda inexplicável a razão pela qual a Polícia Federal procedeu a diligência na sede do partido.
Apesar do evidente equívoco, houve plena colaboração dos funcionários do Progressistas que forneceram prontamente todas as informações solicitadas pelos agentes.
O senador Ciro Nogueira sempre se colocou à disposição do Poder Judiciário, como o principal interessado no esclarecimento dos fatos e, devido à grande repercussão negativa que essa operação causa em plena campanha eleitoral, espera-se rápido esclarecimento acerca do que levou à Polícia Federal a fazer buscas na sede do partido.
Assessoria de Imprensa
Fonte: meio norte
(Crédito: Congresso em Foco)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...