Bolsonaro lidera entre católicos e evangélicos; Haddad possui preferência de ateus


 Os presidenciáveis Jair Bolsonaro e Fernando Haddad se movimentaram, na última semana, em busca de votos entre o eleitorado religioso. O candidato do PSL visitou o arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, e assinou documento que se compromete em defender valores conservadores. O do PT divulgou uma carta aos evangélicos, afirmando ser vítima de fake news.
E, no segmento religioso, as pesquisas de intenção de voto apontam o predomínio de Bolsonaro, Segundo o último levantamento do Datafolha, o candidato possui maior percentual de votos entre os entrevistados que se declararam católicos ou evangélicos, os dois maiores grupos religiosos do país de acordo com o Censo de 2010, do IBGE.
De acordo com o Datafolha, Bolsonaro possui 46% da preferência entre os católicos, enquanto Haddad é citado por 39% desse segmento. Segundo o Censo de 2010, 65% da população brasileira declarou ser católica. Ainda de acordo com o IBGE, o segundo maior grupo religioso do país são os evangélicos, 13,4% dos brasileiros. Nesse segmento, Bolsonaro também possui maior intenção de votos. O candidato do PSL foi citado por 61% desse público, enquanto Haddad teve 26% de citações. Entre os que declararam não possuir religião, Haddad é a opção de 45%, enquanto Bolsonaro de 38%. Segundo o Censo de 2010, 8% da população brasileira declarou não seguir nenhuma religião.
Entre os espíritas kardecistas e espiritualistas, Bolsonaro possui 51% da preferência dos entrevistados, 35% preferem Haddad. 2% da população se declarou espírita de acordo com o Censo de 2010. O candidato do PT lidera entre os que declararam fazer parte da umbanda, candomblé e outras religiões afro, com 56%, Bolsonaro tem 30% das intenções desse segmento. Haddad também lidera entre os ateus, com 43%, Bolsonaro possui 37.
Bolsonaro lidera entre homens e mulheres
De acordo com a última pesquisa Datafolha, divulgada em 18 de outubro, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, lidera a intenção de votos tanto entre os homens quanto entre as mulheres. Bolsonaro cresceu um ponto percentual na preferência de ambos os gêneros em comparação a última pesquisa realizada pelo instituto, no dia 10 de outubro. Entre o eleitorado masculino, Bolsonaro saiu de 57% para 58%. Entre as mulheres, o candidato do PSL passou de 42% para 43%.
Fernando Haddad caiu de 33% para 32% da preferência entre os homens e se manteve estável entre as mulheres, com 39% tanto na pesquisa do dia 10 quanto na do dia 18.
Votos totais
Nos votos totais, Bolsonaro lidera com 50%, enquanto Haddad ficou com 35%. Em relação aos votos válidos, Bolsonaro também lidera. O candidato do PSL aparece com 59%, enquanto Haddad tem 41%. No levantamento anterior, do dia 10 de outubro, Bolsonaro tinha 58% e Haddad, 42%. Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos.
O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso significa que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem a realidade. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais, ou para menos.
Por Paulo Henrique Gomes
Share on Google Plus

About Cleidiomar Sousa

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

Comments

Featured