Árbitra agredida a socos decide entrar na Justiça contra jogador


Após uma audiência de conciliação que não chegou a um acordo, a árbitra Eliete Maria Fontenele, 42 anos, agredida a socos durante uma partida de futsal na Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar), decidiu entrar na Justiça contra o atleta Carlos Henrique Quixaba, estudante apontado como autor da agressão.
O crime aconteceu no dia 3 de junho. A audiência de conciliação ocorreu na semana passada e a vítima informou à TV Clube que vai solicitar na Justiça indenização por danos morais. A advogada da árbitra disse que não vai comentar a decisão no momento.
A defesa do atleta não foi encontrada para se pronunciar sobre o caso. Durante depoimento, dias após o crime, o rapaz disse ao delegado Cristian Mascarenhas que não teve a intenção de agredir a árbitra e que não a agrediu só porque era uma mulher.
Relembre o caso
Eliete Fontenele foi agredida a socos durante uma partida de futsal no dia 3 de junho, em Parnaíba, Litoral do Piauí. A agressão foi registrada por vídeo gravado por uma pessoa que assistia à partida.
Eliete era a segunda árbitra da partida quando os dois times se desentenderam e atletas adversários passaram a se agredir. A árbitra então puniu três jogadores com cartão vermelho. Um deles atacou a árbitra a socos.

Boca da árbitra ficou ferida devido às agressões — Foto: Kairo Amaral/TV Clube
A vítima procurou a Central de Flagrantes de Parnaíba logo após o ocorrido para registrar um boletim de ocorrência e fazer o exame de corpo de delito, que apontou lesão corporal leve.
Um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi registrado. A Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar) abriu processo administrativo para analisar o desligamento ou suspensão do estudante, mas o procedimento ainda não foi finalizado.
Fonte: G1
Share on Google Plus

About Cleidiomar Sousa

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Comments

Featured