sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Dia dos Animais é celebrado com missa em honra a São Francisco

Os animais têm na vida das pessoas grande importância, assim como são fundamentais para a harmonia do planeta. Uma forma de reconhecimento está na Celebração Eucarística e bênçãos dos animais, tradicionalmente realizada pela Igreja Católica. Hoje ainda é o dia do padroeiro da Ecologia e dos Pobres, que é São Francisco. Na Paróquia de São Sebastião, em Parnaíba (PI) foi celebrada uma missa às 06h da manhã ressaltando o respeito e o compromisso que todos os seres humanos devem ter com o meio ambiente.

Neste Dia de São Francisco, é feriado municipal, e a data (04/10) reúne muita gente por ocasião das homenagens, que tem grande destaque com a procissão. Após a Celebração Eucarística, e bênção pelos animais, ficou evidente o carinho das pessoas para com os bichos. Demonstrando assim a harmonia entre as criaturas. Hoje é dia dos Animais e da Ecologia.
Por Daniel Santos/PCN
O PORVERELLO DE ASSIS
O PORVERELLO DE ASSIS
O PORVERELLO DE ASSIS
O Cristo operava no mundo pelas mãos desse Anjo de Deus, confortando os doentes, curando os enfermos, instruindo os ignorantes, fartando os famintos e vestindo os nus.
Dava sem receber e recebia distribuindo.
Amava sem exigências e, quando ofendido, amava o ofensor.
Abençoava a todos, e, quando apedrejado, servia mais.
Falava sem ferir, e, quando ferido, compreendia o revoltado.
Nunca se indignava e, quando em meio à revolta, orava em favor de todos.
Trabalhava e amava o trabalho.
Defrontando-se com a inércia, estimulava o labor.
Tinha como base da felicidade a alegria.
Quando encontrava a tristeza, alegrava-se mais.
Não falava em doenças.
Quando encontrava enfermos, enfatizava a saúde, sem esquecer a fé.
Ouvia em silêncio os que sofriam e falava quando sua palavra fosse consolo ou paz.
Desejava o bem de todos, sem cogitar de onde procediam, para onde iam, a qual escola ou partido político pertenciam.
Não era dado a examinar procedências para servir, pois via a todos como filhos de Deus.
Foi bom, foi justo e honesto.
Foi feliz, trabalhador e irmão.
Foi perdão.
Foi manso, enérgico e compreensivo.
Foi caridoso, foi carinhoso e foi pai.
Foi tolerante, humilde e pastor.
Foi santo.
Foi místico e foi homem.
Foi Anjo, porque cultivou um jardim de virtudes dentro do coração, na presença do Cristo e na Lavoura Deus.
(Bezerra de Menezes)
(Bezerra de Menezes)

Related Posts

Dia dos Animais é celebrado com missa em honra a São Francisco
4/ 5
Oleh

Subscribe via email

Like the post above? Please subscribe to the latest posts directly via email.

Featured

Comments