domingo, 28 de junho de 2020

Patrimônio turístico, Cajueiro Rei sofre com o abandono e descaso das autoridades em Cajueiro da Praia


Cajueiro rei é o maior cajueiro do mundo, com 8.832 metros quadrados de extensão e 200 anos de existência, comprovado por estudo realizado pela Universidade Estadual do Piauí. O cajueiro rei é tombado por uma lei municipal e considerado um patrimônio de grande potencial turístico do Piauí.

Apesar da importância desse patrimônio natural, é triste a realidade na qual se encontra o cajueiro rei, localizado no município de Cajueiro da Praia, há 380 km de Teresina. O local há muito tempo está abandonado, sujo, repleto de mato que cobre as trilhas de visitação, sem a mínima estrutura pra receber turistas.
"Da pena de ver uma riqueza natural dessa abandonada pela prefeitura, estive lá em fevereiro desse ano e a situação de descaso só piorou, sequer tem algum guia pra receber turistas e dá informações, decepcionante!" falou Roberto 
"Tinha tudo pra ser um bom ponto turístico porém o apoio das autoridades não chegou ainda. Não é um simples pé de caju, é o maior cajueiro do mundo" Vanderley Santana.
"Chama a atenção por ser o maior do mundo porém o local é sem estrutura, falta mais assistência do governo estadual e da prefeitura já que é um patrimônio turístico" Laecio Lima.
"Cuidem melhor do cajueiro, por favor!! Já conheço o cajueiro de Pirangi e fiquei positivamente surpreso. Em março vim conhecer o cajueiro rei, fiquei negativamente surpreso: não existe infraestrutura mínima, abandonado, espero um dia voltar e poder ver uma estrutura melhor" Georgenes Marcal.
Os nativos da região criticam a falta de apoio, de ações do governo estadual e da prefeitura de Cajueiro da Praia. Lamentam que ao se aproximar mais um período de alta temporada, iniciando em 6 de julho, o cajueiro rei continue no abandono total.
Em situação contrária a que vive o cajueiro rei, o seu rival, o cajueiro de Pirangi, localizado no município de Parnamirim, no Rio Grande do Norte, encontra- se numa condição muito melhor no que se refere à ações das autoridades e infraestrutura turística. Muito parecido com o cajueiro rei porém, 310 metros quadrados menor, o cajueiro de Pirangi recebeu vários investimentos estruturais do poder público local. É dotado de excelente infraestrutura, o local dispõe de bancos, banheiros, passarelas em madeira para passeio dos turistas entre os galhos do cajueiro, há também um mirante com 10 metros de altura com vista panorâmica. 
Ao redor, existem dezenas de lojinhas e quiosques que vendem artesanato, comidas e guloseimas de caju, gerando empregos, trabalho e renda pra comunidade local.
O cajueiro de Pirangi está entre as principais atrações turísticas do Rio Grande do Norte e chega a receber 550 visitantes por dia e no local ficam guias turísticos bilíngues que explicam as características e a história da árvore gigante.
A grande diferença que se percebe entre o cajueiro rei e o cajueiro de Pirangi é a gestão pública com seus interesses, suas prioridades, competência e compromisso em fazer acontecer. Dinheiro tem, o que falta são gestores públicos de qualidade.
Blog Popular do Litoral

Related Posts

Patrimônio turístico, Cajueiro Rei sofre com o abandono e descaso das autoridades em Cajueiro da Praia
4/ 5
Oleh

Subscribe via email

Like the post above? Please subscribe to the latest posts directly via email.

Featured

Comments