sexta-feira, 16 de outubro de 2020

PF investiga a contratação de serviços de disparo automático de mensagens via WHATSAPP

 

Teresina/PI: A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (16/10) a Operação "Fake SMS", cujo objetivo é investigar a contratação de serviços de disparo automático de mensagens via WHATSAPP, para fins eleitorais, pelo Governo do Estado do Piauí.

 Ao todo, foram cumpridos dois mandados de busca, expedidos pelo juízo da 98ª Zona Eleitoral, em Teresina/PI, sendo apreendidos vários documentos, celulares e mídias de armazenamento.

O material apreendido agora será analisado pela Polícia Federal, com o objetivo de comprovar se o serviço contratado era utilizado com a finalidade específica de emitir mensagens ou comentários na internet para ofender a honra ou denegrir a imagem de candidato, partido ou coligação, o que constitui crime eleitoral, nos termos do art. 57-H, § 1º, da Lei nº 9.504/1997.

O nome da operação faz referência ao uso de serviço de mensagens (WhatsApp) para suposta propagação de Fake News.

 


Comunicação Social da Polícia Federal no Piauí


Related Posts

PF investiga a contratação de serviços de disparo automático de mensagens via WHATSAPP
4/ 5
Oleh

Subscribe via email

Like the post above? Please subscribe to the latest posts directly via email.

Featured

Comments