Novidades

6/recent/ticker-posts

Covid-19 avança em Parnaíba e ocupação de leitos tem risco de esgotamento

 
 
Covid-19 avança em Parnaíba e ocupação de leitos tem risco de esgotamento
 

O coronavírus está avançando mais agressivamente nesta segunda onda de infecções. Em Parnaíba, no setor preparado para acolher pessoas vítimas da doença, que é o Anexo do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda), no Bairro do Carmo, em Parnaíba (PI), já houve fila de espera; mas a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí ampliou os leitos e está ampliando mais. A realidade requer cautela.

“A nossa demanda está cada vez mais crescente, nós estamos hoje com a nossa capacidade é 90% dos leitos ocupados e com previsão de aumentar, hoje nossa capacidade é de 44 leitos; mas até o final do dia vamos estar com cinquenta leitos para estruturar melhor o nosso serviço”, esclareceu Bernadete Leal, diretor do Anexo Covid-19 do HEDA.

Os testes para detecção da Covid-19 seguem sendo feitos para as pessoas que estão em torno de doze dias de sintomas gripais. O resultado sai em 20 minutos e as pessoas podem anda ter atendimento médico, após o resultado positivo do exame. Logo no início da segunda onda da Covid-19 houve total ocupação dos leitos e aguardo de pessoas no acolhimento a serem internadas; contudo, com a disponibilidade de novos leitos mais pessoas estão sendo internadas.

Os testes para detecção da Covid-19 seguem sendo feitos para as pessoas que estão em torno de doze dias de sintomas gripais. O resultado sai em 20 minutos e as pessoas podem anda ter atendimento médico, após o resultado positivo do exame. Logo no inicio da segunda onda da Covid-19 houve total ocupação dos leitos e aguardo de pessoas no acolhimento a serem internado; contudo, com a disponibilidade de novos leitos mais pessoas estão sendo internadas.

É importante ressaltar que as pessoas se cuidem; pois apesar do esforço do Sistema de Saúde, a realidade segue para sua capacidade total rumo ao colapso. Faz-se necessário que cada pessoa se cuide e evite o contágio; pois como o organismo vai lidar com o vírus é algo muito pessoal que pode trazer serias e irreversíveis consequências, como a morte. “Não podemos relaxar, vamos continuar nos cuidando, vamos nos proteger…”, conclama Bernadete.

 

Postar um comentário

0 Comentários

Featured

Comments