domingo, 30 de abril de 2017

Professora morre e família acusa médico por negligência

 Ela foi atendida e o médico fez apenas uma medicação simples; ela morreu horas depois
Faleceu na noite deste sábado (29/04), na cidade de Alegrete do Piauí, a professora Maria Dalva Dias, de 46 anos. A notícia da morte precoce da educadora abalou a cidade.
Dalva era professora da Rede Municipal de Ensino, em Alegrete, eximia lutadora da Educação Infantil deixa o esposo e dois filhos.
Segundo informações da família, a professora sentiu-se mal no início da noite deste sábado, foi levada ao Hospital Regional em Picos, foi atendida e o médico plantonista fez apenas uma medicação simples e mandou voltar para a casa. Durante o trajeto de Picos a Alegrete, Dalva passou mal não resistiu e acabou vindo a óbito.
Ainda segundo informações, a família se queixa de mal atendimento médico no hospital, que não internou e nem fez encaminhamentos de exames, a paciente que estava sofrendo com dores na região do peito e nas costas e se lamentava que estava morrendo.
O corpo de Dalva foi velado em sua residência no bairro Bela Vista, foi levado para a Igreja Católica e em seguida foi enterrado no cemitério local.
Fonte: Com informações do Cidades na Net
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...