terça-feira, 23 de maio de 2017

Nucepe contrata empresa de fora para elaborar e imprimir provas

 O concurso da Polícia Militar será realizado no dia 02 de julho.
O comandante geral da Polícia Militar no Piauí, coronel Carlos Augusto, em entrevista a Rede Meio Norte, afirmou que o Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos – NUCEPE continuará responsável pela realização do concurso da Polícia Militar que foi cancelado após suspeita de fraude e vazamento. A elaboração e impressão das provas, segundo o comandante, será feita por uma empresa contratada pelo próprio Nucepe.
“O Nucepe não será mais responsável pela elaboração das provas, e essa decisão nós tomamos mediante autorização do governador Wellington Dias que está preocupado em dar maior transparência para toda a sociedade piauiense nesse momento. O própria Nucepe optou por se preservar, porque não temos a autoria definida sobre quem vazou essas questões”, afirmou.
Coronel Carlos Augusto (Crédito: Rede Meio Norte)
O comandante explica que o Nucepe organizará o certame que terá questões e impressão de autoria de uma empresa de fora do Piauí. “A Polícia Militar possui um contrato com a Nucepe de cinco fases do concurso. A primeira fase é a aplicação das provas. Aliás, o próprio Nucepe vai contratar uma empresa de fora do estado para elaborar e fazer a impressão de todas as provas. O Nucepe somente aplicará as provas e ficará responsável pelas próximas quatro fases do edita", explicou. 
Questionado sobre suposta fraude no concurso que teve 32 mil inscritos, Carlos Augusto diz que a Polícia Militar se esquematizou para garantir a segurança durante o todo o concurso. 
“A própria Nucepe resolveu se preservar e vai contratar essa empresa de fora. Nós tomamos essa decisão em respeito, principalmente, aos 32 mil candidatos. Se hoje nós fizéssemos o cancelamento desse edital, seria um prejuízo muito grande para todos”, reforçou o comandante.
O concurso, segundo o comandante, será realizado no dia 02 de julho. “O fato é que no dia de domingo nós montamos um grande esquema de segurança e isso vai se repetir no próximo dia 02 de julho, a nova data de aplicação das provas. Nós montaremos um esquema de segurança ainda maior", disse. 
O ano de 2018 é eleitoral e por isso contratações só podem ser feitas até julho. Segundo o comandante, os aprovados serão contratados ainda este ano. “Nós contrataremos ainda este ano e havia uma programação para o mês de outubro e nós vamos tentar manter esse cronograma e fixar com o Nucepe. O concurso possui cinco fases. Nós vamos tentar manter a data final para que possamos redimensionar todas aquelas datas de teste psicológico, físico, apresentação”, informou.
O delegado Kleydson Ferreira, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), informou que 12 pessoas foram presas pro suspeita de fraude no concurso, sendo que 11 foram liberadas após pagamento de fiança e apenas uma pessoa segue presa.


Fonte: Portal Meio Norte
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...