sexta-feira, 30 de junho de 2017

Parnaíba: Agente vendeu celular por R$ 150 dentro de presídio

 Agentes penitenciários foram presos em operação de combate ao tráfico em Parnaíba.
A Operação Penitentes, deflagrada pelo GRECO (Grupo de Repressão ao Crime Organizado), cumpriu mandados de prisão, três de busca e apreensão e uma condução coercitiva, relacionados ao combate dos crimes de corrupção ativa e passiva, praticados por agentes penitenciários lotados na Penitenciária Mista de Parnaíba, Durante as ações três agentes penitenciários foram presos.
De acordo com as investigações, os agentes estavam facilitando a entrada de aparelhos celulares e entorpecentes dentro do presídio. Um dos agentes, identificado como José Maria Vieira Sobrinho, mais conhecido como "Dedé", foi flagrado na noite de ontem vendendo um celular por R$ 150 para um dos detentos da Penitenciária Mista de Parnaíba.
José Maria Vieira Sobrinho (Crédito: Rede Meio Norte)
O detento, segundo a polícia, confirmou a negociação, deu o valor cobrado que seria de R$ 150 e "Dedé", que seria apenas conduzido coercitivamente, foi autuado em flagrante pelo delito cometido. Os outros dois agentes presos foram identificados como Marcelo Oliveira da Costa e Francisco José dos Santos, conhecido como professor por dar aulas para os detentos dentro do sistema prisional.
De acordo com o secretário de segurança pública, Fábio Abreu, as ações são resultado do intenso trabalho desenvolvido pela Polícia Civil no litoral. “O objetivo principal dessa operação é dar continuidade as investigações que nós temos desenvolvido aqui na cidade de Parnaíba, principalmente no que se refere ao tráfico de entorpecentes. Recentemente nós fizemos uma apreensão muito grande de maconha, cujo destino seria Parnaíba e nós interceptamos em Teresina", afirmou.
Uma outra Operação também foi realizada em Parnaíba, onde policiais civis cumpriram 13 mandados de busca e apreensão, em continuidade ao trabalho de combate ao tráfico de drogas na região visando o período de férias no mês de julho. A operação, coordenada pela Delegacia Regional de Parnaíba, por meio da Delegacia de Homicídios/Tráfico de Drogas/Latrocínio, contou com o apoio das Delegacias de Luis Correia, Buriti do Lopes e Cocal. 
Fonte:Meio Norte













 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...