sábado, 30 de junho de 2018

Acusados de matar agente penitenciário em Parnaíba viram réus



A decisão da juíza de direito Maria do P. Socorro Ivani de Vasconcelos, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Parnaíba, é desta sexta-feira (29).
Cândido Souza Araújo acusado de homicídio qualificado, disparo de arma de fogo, comunicação falsa de crime, falsidade ideológica e associação criminosa e Marcilene Leonardo Ferreira (homicídio qualificado, acusada de comunicação falsa de crime e associação criminosa
A juíza de direito Maria do P. Socorro Ivani de Vasconcelos, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Parnaíba, recebeu denúncia contra Rauellison de Souza Araújo, Candido Souza Araújo, Marcilene Leonardo Ferreira pelo assassinato do agente penitenciário José Silvino da Silva. A decisão é desta sexta-feira (29).
Foram denunciados: Cândido Souza Araújo (homicídio qualificado, disparo de arma de fogo, comunicação falsa de crime, falsidade ideológica e associação criminosa), Rauellison de Souza Araújo (homicídio qualificado, disparo de arma de fogo e associação criminosa) e Marcilene Leonardo Ferreira (homicídio qualificado, comunicação falsa de crime e associação criminosa).
Rauellison de Souza Araújo - acusado de homicídio qualificado, disparo de arma de fogo e associação criminosa
Marcilene Leonardo Ferreira e Cândido de Souza Araújo "Os três denunciados já estão presos e o Ministério Público seguirá firme na promoção de Justiça, a fim de levar algum conforto à família enlutada, segurança à sociedade parnaibana e a certeza a todos os agentes de segurança pública de que atentar contra um de seus servidores significa atentar contra todos", disse o promotor de Justiça, Ari Martins Alves Filho, responsável pela denúncia.
Matérias relacionadas:
Casal envolvido na morte de agente prisional é recambiado para o PiauíO Ministério Público do Estado ainda pediu que os autores do homicídio sejam condenados ao pagamento de indenização à família da vítima, a título de reparação mínima pelos gastos com funeral e afins, em valor não inferior a R$ 10 mil, além do pagamento de valor não inferior R$ 75 mil a título de dano moral coletivo pelos problemas que causaram à sociedade parnaibana.
José Silvino da Silva, Agente Penitenciário assassinado em seu comércio.
O crime
José Silvino da Silva, agente penitenciário e empresário, foi executado no dia 22 de novembro de 2017, quando estava em seu Pet Shop, localizado no Conjunto Joaz Souza, no bairro Rosápolis, em Parnaíba. A vítima trabalhava na Penitenciária Mista de Parnaíba.
Ele foi assassinado com um tiro na cabeça e dois no peito na mesma rua do 2º Batalhão da Polícia Militar. José Silvino da Silva não chegou a ser socorrido, morreu ainda no local do crime.
Cândido de Souza Araújo, sua esposa Marcilene Leonardo Ferreira, e Rauellison de Souza Araújo foram presos, no dia 9 de maio deste ano, pela morte do agente. Marcilene e Cândido foram presos, respectivamente, nas cidades de Castanhal, no Pará, e em Porto Velho, em Rondônia. Rauellison já estava preso na Casa de Custódia, em Teresina.
Por: Wanessa Gommes/GP1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...