terça-feira, 19 de novembro de 2019

Mulher está condenada a morte por falta de cirurgia cardíaca no Heda






Uma paciente cardíaca está condenada a morte por falta de realização de cirurgia cardíaca no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda). A parnaibana, que pediu para não ter a identidade revelada, foi consultada ontem (18), com um cardiologista em uma clínica particular de Parnaíba e, ao examinar o caso dela, o médico recomendou que a mesma fosse submetida com urgência a uma cirurgia de cateterismo.
No entanto, há meses cirurgias cardíacas no Heda, único hospital de Parnaíba que realizava tais procedimentos, foram suspensas porque o secretário estadual de Saúde, Florentino Neto (PT), deixou de fazer o repasse financeiro para a unidade de saúde. De acordo com o laudo médico, caso a paciente não seja operada, ela pode ter as veias coronarianas obstruídas (entupidas), podendo levá-la a sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC). 

Related Posts

Mulher está condenada a morte por falta de cirurgia cardíaca no Heda
4/ 5
Oleh

Subscribe via email

Like the post above? Please subscribe to the latest posts directly via email.

Featured

Comments